quarta-feira, 24 de julho de 2019

Benfica contesta nova lei contra a violência no desporto

"A nova lei contra a violência no desporto, recentemente aprovada pela Assembleia da República, merece a contestação do Benfica." Leia o texto na íntegra aqui.
Acréscimo: e, claro, o monsieur dito jornalista José Manuel Ribeiro ataca a posição do Benfica no pasquim do calor da noite. Mentindo ao escrever que o Benfica é campeão nos problemas das claques, observou que a posição do clube é "uma falácia pobrezinha" (sic). Estamos perante um problema que vai ocupar muito tempo nas ágoras e nos tribunais.

Futebol feminino do Benfica atrai multidões

"O estabelecimento do recorde nacional de espectadores numa partida de futebol feminino foi um marco importante. No dia 30 de março de 2019, estiveram 15 204 adeptos no Estádio do Restelo para assistir ao Benfica-Sporting solidário por Moçambique. Em competições oficiais, a final da Taça de Portugal disputada entre Benfica e Valadares significou novo recorde, com 12 632 espectadores presentes nas bancadas do Jamor, apesar de o jogo ter tido início escassas horas antes do decisivo Benfica-Santa Clara, o jogo da Reconquista na última jornada do Campeonato Nacional de futebol masculino." Fonte.

Faraónico e arrogante

O presidente do al-cacete, Mestre Ubu 2, está cada vez mais faraónico, mais arrogante e promete que o seu clube quer ganhar tudo não importa onde e contra quem. Está prestes a igualar o antecessor na barulheira mediática, na fanfarronice, na demagogia do Mestre Ubu 1. Acresce que, tal  como o antecessor, o actual fanfarrão ataca regularmente o Benfica.

terça-feira, 23 de julho de 2019

Pela boca de Mestre Ubu 2 morre o peixe

Num evidente ataque ao Benfica, como lhe é habitual, tendo João Félix como referência, Mestre Ubu 2, presidente do clube do al-cacete, queixou-se ao presidente da FIFA dos valores das transferências no futebol, disse-lhe que a venda de jogadores andava por montantes escandalosos, tendo pedido que isso fosse estudado e regulado. Lembre aqui. Agora, o monsieur defende que Bruno Fernandes não sai da equipa do al-cacete por menos de 62 milhões de euros. 

Os dados antibenfiquistas estão lançados

A LUSA divulgou hoje um texto no qual tentou mostrar, dramatizando circensemente, que Portugal está "em suspenso" (sic) devido às suspeitas de corrupção no desporto. Um texto que visa deliberadamente o Benfica, um texto cujo autor omite referir-se à Famigerada Aliança e ao seu plano para derrubar o Benfica; que omite referir-se à corrupção no clube do crime organizado; que omite desenvolver que a quase totalidade  (se não a totalidade) das ditas suspeitas foi produzida pelo clube do cashball (em especial pelo arguido Bruno de Carvalho, atolado em vários processos judiciais) e pelo clube do crime organizado (com vários processos para responder nos tribunais); que omite salientar que o Benfica tem ganho todas as batalhas judiciais vilmente intentadas pela Famigerada Aliança. Neste princípio de época, os dados antibenfiquistas estão lançados através do panfleto incendiário da LUSA que procura branquear os verdadeiros criminosos. Espero que o Benfica responda a contento.

Quanto maior for

"Quanto maior for a competitividade interna, maior será também a competitividade em relação aos adversários, refletindo a máxima, unanimemente aceite no desporto, de que se joga como se treina." Fonte.

segunda-feira, 22 de julho de 2019

A equipa da verdade desportiva

Foto adaptada daqui.

Mestre Ubu 1 de novo na liça

"Um dos arguidos voltou a prestar declarações ao Ministério Público para revelar que foi Bruno de Carvalho quem deu as ordens para subornar árbitros de andebol e ainda jogadores de futebol de equipas adversárias dos leões." Fonte.
Acréscimo: aqui temos Mestre Ubu 1 de novo na liça, aquele que passou anos a atacar sujamente o Benfica e a acusá-lo de corrupção, aquele que é um dos maiores produtores de ódio no desporto português. Enquanto isso, o jornal afecto ao al-cacete, dito Record, nada referiu ainda sobre as novas declarações (nota: acabou de as referir agora).

O presidente das coisas profundas

Todo inchado, o presidente do al-cacete continua a dizer coisas profundas. Agora descobriu que o especialista de penáltis não sai do clube por menos de 62 milhões de euros. O efeito João Félix é mesmo tramado. 

CMEsgoto

Na sua edição digital de hoje o CMEsgoto tem uma notícia sobre a nova lei da violência no desporto, que contém, por exemplo, regras sobre permanência de adeptos e uso de tarjas com mais de um metro. Que tarja exemplificativa exibe o pasquim? Uma do Benfica, claro. Escolha claramente destinada a pré-criminalizar o Benfica.