segunda-feira, 23 de abril de 2018

Futebol Português de luto


Completam-se hoje 36 anos da tomada do poder do futebol em Portugal por instituição presidida por autêntico "Gangster" por todos sobejamente conhecido. Viveram-se  tempos  "negros" no período que se convencionou chamar de "Apito Dourado". Infelizmente, tantos anos passados e parece que estamos a assistir a um certo revivalismo, sinal de que, na essência, nada mudou e continua a ser manipulado nos bastidores.
Pobre futebol português!

O pátio das cantigas vai ao psicanalista

 Pátio das Cantigas ou  Nave dos Loucos?

Assim-assim

Ontem foi um dia assim-assim, um dia abaixo-acima. Perdemos em basquete com o FCP (a nossa equipa de basquete anda muito oscilante) e em vólei com o SCP. Mas vencemos o Nun'Alvares no futsal feminino e ganhámos a Taça de Portugal em canoagem com Fernando Pimenta e Joana Vasconcelos. Detalhes aqui.

AiJesus

Os jornais desportivos portugueses estão cada vez mais recheados com a crescente fanfarronice do AiJesus, mestre da tácticas fracassadas e treinador do Clube do Mestre Ubu dos Três Olhos Offshores. O histérico homem chegou à conclusão de que é um grande treinador treinando uma grande equipa. Fica feliz quando empata, ganha por um a zero ou triunfa com penáltis. Em terra de futebol periférico os fanfarrões têm sempre uma ribalta.

domingo, 22 de abril de 2018

Estoril 1-2 Benfica (Liga 31ªJ): Resumo


Que sofrimento desnecessário! Como bem disse Rui Vitória, foi uma goleada por 2/1. Rafa a precisar de fazer horas extras para trabalhar a finalização. Chega a ser exasperante ver falhar tantos golos.

Quando a alma se prostitui

Devassa através de pirataria informática do correio electrónico do Benfica e difusão pública reiterada e adulterada de informação privada nele contida são dois crimes cometidos contra o Benfica que, hoje ainda, tantos meses decorridos - impressionante inércia do judicial português -, aguardam julgamento e punição.
Em Fevereiro, os juízes desembargadores do Tribunal da Relação do Porto decidiram unanimemente proibir o FCP e  o director de comunicação Francisco J. Marques de revelarem emails do Benfica e dos seus dirigentes. Agora, a revista "Sábado" voltou aos emails - chamando-lhes "novos emails" -, tendo adulterado um suposto email para atribuir ao Benfica o estatuto de um enorme Big Brother do poder em Portugal.
Nesta nova cruzada, muito provavelmente conduzida pelo FCP através de um caminho doador vicinal que foi ter à porta da citada revista, uma vez mais a alma se prostituiu.
E, como sempre, tal como outros jornais produtores do jornalismo de esgoto, nenhuma crítica foi feita aos dois crimes mencionados no topo deste post. Os jornalistas de esgoto entendem que isso é irrelevante, o que é relevante para eles é atacar o Benfica à saciedade na sua honra, usando a nudez da vida privada criminosamente transformada em vida pública, na senda do que tem sido feito pelo FCP e pelo SCP.
Neste interim vale a pena ler um post alusivo deste blog com a sua linguagem muito sui generis, aqui.

sábado, 21 de abril de 2018

Quando é que o Benfica faz o mesmo?

Aqui. E quando é que o Benfica recorre ao mesmo procedimento contra este criminoso que reiteradamente o ofende? Lembre este post aqui.

A farpa de RV

É raro RV lançar farpas a outros clubes, mas desta vez fê-lo a propósito do jogo de logo com o Estoril: "Uma coisa é clara: se ganharmos o campeonato serão cinco vezes seguidas; um vai ficar cinco anos sem ganhar e outro já não ganha há 17, e só vai ganhar um (...). Aqui