sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Montalegre - Benfica (Taça de Portugal)

Saiu ao Benfica, há pouco, no sorteio dos oitavos de final, o desconhecido  Montalegre do Campeonato de Portugal. Não será fácil vendo as imagens. E desde já fica aqui o aviso: cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém, lá diz o provérbio popular.

Quinta-coluna dos cipaios

A quinta-coluna dos cipaios intensifica o ataque ao Benfica a partir de certos blogs. A Famigerada Aliança esfrega as mãos de felicidade com a estratégia montada.

Desunião interna gera união externa

RV em conferência de imprensa hoje: "Os adeptos são livres de fazerem o que entendem. Importante é perceberem que quanto mais desligados estivermos, mais fortes estarão os nossos adversários. O Benfica unido é muito forte e têm de sentir o poder do Benfica." Fonte.

A mudança vai ser interior

RV em conferência de imprensa hoje: "A mudança vai ser interior e todos os jogadores têm de sentir isso. Quem cá está, tem de saber o que é representar o Benfica. Foi difícil ganhar um Tetra e outros títulos. Quem ainda não percebeu isso, tem de o perceber rapidamente ou não está aqui a fazer nada." Fonte.

Só pode haver um Benfica

RV em conferência de imprensa hoje: "Falando agora um pouco para os Benfiquistas: quem perdeu o orgulho pelo Benfica, vai voltar a ter esse orgulho. Quem tem alguma fraqueza a olhar para a equipa, vai ter certezas. Temos de estar unidos, é preciso que as pessoas entendam isso, de uma vez por todas. Só pode haver um Benfica. Se assim não for estamos a dar força aos nossos adversários. Quando o Benfica está forte e unido dentro e fora de campo é difícil ser derrotado." Fonte.

Recordando um post

No seu livro O Príncipe, Nicolau Maquiavel escreveu o seguinte: "(...) por mais forte que seja o exército de que se disponha, é sempre necessário, para entrar numa província, o favor dos habitantes." Adaptando ao contexto benfiquista: é sempre necessário aos adversários e/ou inimigos externos do Benfica a ajuda dos benfiquistas para destruir a nação benfiquista. E é evidente a felicidade de certos sipaios benfiquistas no favor, na ajuda prestada aos atacantes externos. O grande feiticeiro mora dentro do Benfica, não fora. Aqui.

Na mouche

"O que os adversários querem é ver-nos enfraquecidos" - Rui Vitória em conferência de imprensa na BTV antevendo o jogo de amanhã com o Feirense para a Liga NOS.
P.S. - O ataque ao Benfica prossegue aos mais variados níveis. Daí a importância do que RV disse, ele que é vilipendiado sem pausa, da forma mais ignóbil.

O Benfica tal como está hoje

LFV sobre RV

LFV ontem: "É para jogar à Benfica! Não é para jogar lento, lento, lento... É à Benfica, com garra! (...) Rui Vitória será de certeza o treinador do Benfica até ao final da época, a menos que surja algum imprevisto." Fonte.

Contradições que estão a e vão explorar

Três feixes de contradições estão e vão ser cada vez mais exploradas na luta - sempre mais intensa - para destruir o Benfica: a) entre LFV e a SAD, (b) entre RV e o plantel e (c) entre LFV/RV e adeptos. Mexendo os cordelinhos desse ataque multilateral estão (a) a Famigerada Aliança, (b) os operacionais da quinta-coluna e (c) os benfiquistas arrependidos. Tudo farão para ampliar as derrotas da equipa de futebol de onze treinada por RV e, se possível, organizar o palco para a saída de LFV e de RV até finais de Dezembro. O objectivo final consiste, a médio prazo, em fracturar e fazer o Benfica ruir por dentro a três níveis: desportivo, organizacional e financeiro. Para isso é necessário apresentar RV como incompetente e LFV como tirano.

Informadores e cenário

Há no Benfica quem envie para o exterior informações de um certo tipo que, ao nível de certa imprensa, são divulgadas após ampliação e adulteração. Essas informações chegam, também, à quinta-coluna, que as transforma em munições para atacar RFV e RV. E, muito certamente, batem igualmente à porta da Famigerada Aliança.
A partir de agora, LFV será o alvo permanente de toda essa galeria de personagens. A estratégia consistirá em destituí-lo para depois correrem com RV. Não descansarão enquanto não destruírem o projecto formação de LFV e não puserem à testa da equipa de Eusébio um treinador guloso de reforços externos e onerosos.

Treinador em 24 ou 48 horas

LFV ontem: "Para o projeto do Benfica no Caixa Futebol Campus não podemos contratar um treinador em 24 ou 48 horas. Quando o Benfica pensar em ter um treinador novo é com muita antecedência que isso tem de ser preparado, e tem de estar identificado com o nosso projeto. Nenhum treinador virá para o Benfica a pensar que alguma vez vai fazer o projeto dele e não o do Benfica. É de certeza o projeto do Benfica, foi assim que eu fui a eleições mudando o paradigma do Clube. Foi isto que disse aos Sócios do Benfica." Fonte.

Não é só uma peça

LFV ontem: "Não é só o Rui Vitória que é culpado. Não é só uma peça." Fonte

De dentro para fora

LFV ontem: "Quando fui eleito foi para tomar decisões, e o Benfica vai ser comandado de dentro para fora e não de fora para dentro. Tem sido assim há 17 anos e é assim que vai continuar." Fonte.

E agora, jornalistas de pacotilha e inimigos de RV? (PRIMEIRA PARTE)

A imprensa desportiva portuguesa deu ontem um exemplar e colossal exercício de desinformação, na verdade um enorme espectáculo de anarquismo desenfreado, com Bakunins multifacetados de jornais, tvs e rádios a bombardear a praça pública com falsas notícias sobre o despedimento de Rui Vitória, dando por assente, das mais variadas maneiras, o seu enterro como treinador do Benfica. Isso, fora o trabalho de sapa dos blogs da quinta-coluna e as intervenções em comentários nas redes sociais de um grupo de ditos benfiquistas raivosos e teimosos - muitos deles Velhos do Restelo admiráveis - que, em reacção típica dos agrupamentos linchatórios, acreditam que os males que afectam o futebol de onze do clube têm um único responsável, o bode expiatório RV. 
É necessário analisar um pouco essa saga com duas faces, da qual já deixei ontem um cheirinho neste post aqui.

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Conferência imprensa LFV, hoje

Aonde se fala da saída de Rui Vitória, da suposta vinda de Jorge Jesus, de algumas traições e de como após noite mal dormida no Seixal, resolveu por iniciativa própria alterar a decisão tomada  na noite anterior com outros dirigentes. Imperdível!

Os mensageiros da parúsia no Benfica

O tempo parece maduro para os oportunistas. Assim, após o enorme desejo manifestado por Rui Gomes da Silva, comandante da quinta-coluna aquartelada nos blogs geração e papoilas, surgiu agora o Bruno Costa Carvalho de programa de governação na alma, convencido, como o outro, de que a  parúsia no Benfica é a sua missão. Ambos querem ser presidentes do Maior.

A Bola continua a mentir

O jornal A Bola, na sua versão digital, tenta passar uma esponja na série de falsas notícias que foi lançando sobre o Benfica e sobre RV. Mas fá-lo de forma desastrada, tentando, agora, que as aspas disfarcem mais uma mentira. Na verdade, não houve nenhum volte-face (claro, com hífen) pois ninguém no Benfica tinha antes decidido despedir o treinador. Aqui. Acrescento que pelo Grupo Cofina foi passada a notícia de que a SAD Benfica queria RV despedido mas LFV não deixou. A ideia era a de apresentar LFV como um tirano sem cura. Este tipo de fake news encontra plena irradiação nos dois blogs da quinta-coluna. Et pour cause.
P.S. - Diga-se, em abono da verdade, que outros jornais não ficaram atrás. Há montes de pérolas de notícias falsas. Uma delas, generalizada, consistiu e consiste em garantir que o enviado divino, AiJesus do deserto, será o próximo treinador do Benfica. Uma outra colocou Luisão como futuro adjunto na nova equipa técnica, provisoriamente dirigida por Bruno Lage, treinador da Equipa B.

Decisão errada e perigosa

Por muito que custe a LFV, nada resistirá aos insucessos desportivos no que ao futebol diz respeito.  Foi aberta a caixa de Pandora, tudo se precipitará no mês que se vizinha. Depois será tarde demais: aos lenços brancos, seguir-se-ão as bancadas vazias e situações como a que aconteceu no regresso de Munique ou seja o divórcio e desprezo total dos adeptos em relação à equipe principal com todas as consequências desportivas e económicas inerentes. Não adianta adiar o inevitável. Tem anos suficientes à frente da direcção para saber bem o que o espera. Uma solução de recurso com todos os riscos que comporta, não deixará sempre de ser melhor que a manutenção do  pântano actual.
Futebol não será nunca só bons negócios. Como diz o ditado, o seguro morreu de velho e Dona Providência foi ao enterro.

CB de novo bloqueado

E uma vez mais lá bloquearam a página do César Boaventura no Facebook. Se um elefante incomoda muita gente, o CB incomoda muito mais.

E agora, jornalistas de pacotilha e inimigos de RV?

Isto também deve contar nos desaires do Benfica

Algures numa rede social um comentarista chamou a atenção para o roubo e a divulgação pública dos contratos e dos salários de certos jogadores do Benfica, após o que "começou a falta de entrega de alguns jogadores" (sic). Ora aqui está mais uma boa oportunidade para pensar, a juntar à que desenvolvi neste post aqui. Isto, quando os mabecos não param de sovar o Rui Vitória - ontem herói, hoje vilão! - como se fosse o culpado dos desaires do Benfica no futebol de onze.

Técnica jornalística à Heráclito: já saiu mas ainda não saiu

Esse exercício de "técnica" jornalística à Heráclito vem hoje com grande rebuliço circense na versão digital de A Bola, que dizem ser um jornal conceituado. Esse tipo de conceituações - frequente na imprensa desportiva portuguesa - apanha de imediato peixe emotivo e crédulo, aquele peixe que odeia RV e ama as rapidinhas de mudança de treinador.

Reinou a razão e bom senso, felizmente

Nunca devia ter iniciado a época depois do desastre que foi a anterior. Um incompetente que ganhou dois campeonatos  in-extremis  graças à pontaria e eficácia de Jonas.
Sabemos agora que quer receber os vencimentos todos até 2020 inclusive. Um verdadeiro chulo para quem apregoava benfiquismo. Sai pela porta dos fundos de onde nunca devia ter entrado.

A minha escolha

Como solução provisória, até à chegada de treinador definitivo (aqui haveria tantas soluções com grandes treinadores actualmente disponíveis sem recorrer a Jesus) cito apenas estes dois : Arsene Wenger e Louis Van Gal (este a residir actualmente em Portugal) entre outros, sugiro este  treinador actualmente ao serviço da equipe de juniores quase qualificada na Youth League: Renato Paiva, jovem em carreira ascensional.

BTV - As Lanças Apontadas, ontem

Imperdível!

La grande bouffe

A mediacracia, comandada pelo CMEsgoto e pela CMTVEsgoto, anda por aí aos berros anunciando uns o fim da linha para RV, anunciando outros que isso estará próximo. O mais giro é o recurso ululante a expressões como "terá sido" e "deverá ser" para dar por acontecido o que ainda não aconteceu. O Benfica ainda não se pronunciou, mas a mediacracia - reino dos arúspices e do condicionamento na praça pública - até já sabe quem será o futuro treinador e quem serão os adjuntos. Os adversários do Benfica regurgitam com a débâcle e a quinta-coluna essa está rouca de entusiasmo. Quanto aos benfiquistas em geral, não desdenham do sangue novo. O linchamento de RV é visto com alegria masoquista. Finalmente, certos pasquins até já dão como certo o regresso do enviado divino, o AiJesus. É la grande bouffe.

Àquela parte

Estiveram à espera de linchamentos, como observei no post anterior, estiveram à espera de sangue, estiveram à espera da algazarra crítica e punitiva dos adeptos. Mas nada disso sucedeu, os benfiquistas de gema mandaram-nos àquela parte.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

E gosta de ser pensado

CMTVEsgoto e TVI24 seguem o autocarro do Benfica a caminho do Estádio da Luz no regresso da Alemanha, como se estivessem a cobrir um linchamento, com constantes referências à contestação de RV. Um espectáculo para quem não pensa e gosta de ser pensado.

Convencidos de que as aspirinas curam metástases

Há quem esteja convencido de que despedindo-se RV o Benfica volta a "jogar bem" no futebol de onze. Gente ingénua que está convencida de que os maus resultados obtidos pelo Benfica são provocados por um treinador que - sustenta com vigor - nada sabe de treino e de futebol, um treinador que ontem sabia e hoje não sabe. Gente que marginaliza por inteiro os efeitos destruidores, desmoralizadores, da campanha que há muito tempo - e com êxito - é levada a cabo pela Famigerada Aliança e pela quinta-coluna, para destruir o Benfica. Que auto-estima têm os jogadores, que prazer, que orgulho, que empenho têm sabendo, quando em campo, que nacional e internacionalmente são considerados pertencer a um clube corrupto, na sequência da campanha criminosa de propaganda permanentemente exercida pela Famigerada Aliança?
Mude-se o treinador e veremos que os problemas até podem agravar-se. O problema não é RV. Os ingénuos convenceram-se de que as aspirinas curam metástases. Cá estaremos todos para saber das razões da razão.

Nada está acima do Benfica

Provavelmente uma das últimas imagens do destreinador, com a saída  negociada, prevista para hoje, em reunião a realizar com LFV, segundo rezam os "mentideros".

ADEPTOS (assim mesmo com maiúsculas)...

"ADEPTOS (assim mesmo com maiúsculas) do BENFICA em Munique! Eu que tantas vezes crítico os talibans e os petardeiros das palavras, tenho de louvar toda aquela gente extraordinária, que apesar da derrota pesada, ainda teve forças para cantar a plenos pulmões "EU AMO O BENFICA" já depois do jogo acabar! O meu muito obrigado a todos. Não fosse por mais nada só esse facto merece que, no próximo sábado, toda a equipa lhes agradeça esse apoio, oferecendo-lhes uma vitória inquestionável e uma exibição de raça, à Benfica!" Fonte.

Porta-voz do crime organizado

Aproveitando-se de uma certa situação, o criminoso e arguido porta-voz do crime organizado da Famigerada Aliança continua a atacar o Benfica, a criminalizá-lo na praça pública. E sempre com cobertura noticiosa da mediacracia. Vamos aguardar o dia, já não muito distante, em que uma cela tomará conta dos sonhos deste escroque sempre espumando ódio.

Se fruta a vida desportiva portuguesa

O jogador Brahimi do clube da fruta foi repreendido e punido com uma pesada multa de 19,13 euros pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol por ter "agarrado" o pescoço de um adversário num jogo com o Chaves. E assim se fruta a vida desportiva portuguesa. Como se vê, o Benfica reina nisto tudo.

Bayern 5 - Benfica 1 (Champions League)



Mais que o resultado a não exibição, uma flagrante e confrangedora demonstração de como se não deve estar em campo: sem intensidade competitiva, sem a arquitectura de  simples  esquema de jogo, um autêntico deserto de ideias em que o (não) treinador, como é habitual, se limita a assistir impávido e sereno, como se diz, sem nada alterar, a não ser as  habituais e inevitáveis substituições de jogadores, incapaz de fazer a leitura adequada às diversas nuances do jogo e por clara e evidente razão: porque simplesmente não sabe ! Uma nulidade completa e atroz ! Um treinador para equipe de divisão inferior: Fátima por exemplo (local aonde Nossa Senhora apareceu aos três pastorinhos em 1917, segundo reza a história) e de onde nunca devia ter saído pois, só por "milagre" o podemos catalogar de treinador. E agora ? Vamos continuar nesta senda de derrotas sem que nada seja feito ? Com sete desafios ainda por disputar até Janeiro, será  que é o Benfica que vai chegar, este ano, ao Natal, já completamente arredado das principais competições (dizia-se isso amiúde do rival da segunda circular) ? Alguém viu os responsáveis ? Quem, por omissão e teimosia, não quer honrar a memória de Eusébio ? 
Tenham Vergonha! 

A santa aliança está para durar!

Do mais recente texto do Guachos Vermelhos com o título acima: "Depois de um certo período de nojo a promoção da aliança clube da fruta/vassalos do alvalixo contra o maior clube português voltou com redobrada força à linha editorial da comunicação social. (...) O rascord continua a ser o melhor apoiante da candidatura de Rui Gomes da Silva. Desde que o antigo vice-presidente do SLB se acoitou num blog anti Vieira que o pasquim mais reles da comunicação social desportiva repica todas as suas publicações que sirvam os interesses da cofina." Fonte.
N.B.- sobre o operacional da quinta-coluna RGS, recorde aqui.

Atenção benfiquistas de gema!

Nem pensar, de maneira nenhuma entrarei na turbazinha (benfiquistas arrependidos, falsos benfiquistas da quinta-coluna, operacionais da Famigerada Aliança) que faz da derrota ontem ante o Bayern o percutor da exigência de linchamento de RV e de LFV. Aqui não serão choradas lágrimas de crocodilo nem serão feitos exercícios masoquistas. Já aqui dei várias vezes conta de que os desaires do Benfica no futebol de onze têm a ver com tudo o que tem sido a acção fraturante, criminosa, da Famigerada Aliança. Neste momento os operacionais dessa aliança estão totalmente felizes pois são os operacionais da quinta-coluna a exigirem serem eles agora a desfechar o tiro final no Benfica. Lembre aqui. Que os verdadeiros benfiquistas se unam contra a acção deletéria dos mabecos!

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Por favor colaborem e divulguem!

BTV - A Chama Imensa, ontem

Imperdível!

De que maneira riria!

Podem crer que me riria desbragadamente caso o Benfica hoje ganhasse (o que não é impossível) ao Bayern. De que maneira riria face aos treinadores de internet que sabem mais do que RV!

"O que vale a mudança de treinador..."

Um texto do Guachos Vermelhos com o título acima cuja leitura sugiro vivamente, aqui.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Para os aziados

Uma posição de Renato Sanches que deixará aziados os benfiquistas arrependidos, os falsos benfiquistas e os dragartos do costume: "Rui Vitória tem feito no Benfica aquilo que outros não fizeram e que é aquilo de que o Clube precisa: apostar na formação. Fico muito orgulhoso por ver alguns colegas meus, mais novos, a seguirem o mesmo caminho que eu segui. O futuro do Benfica tem de ser esse e passa pela formação". Fonte.

Comandante da quinta-coluna dos dragartos

Chama-se Rui Gomes da Silva, comandante da quinta-coluna dos dragartos, sempre a coachar no blog dragartal geração, sempre julgando que um dia será o presidente do Benfica para o destruir.

Masoquismo desfraldado

Aqui e acolá, em jornais, tvs e redes sociais, não são poucos os que mostram um enorme prazer em sentir e garantir - arúspices que são - que amanhã o Benfica vai perder por tunda com o Bayern. Não têm qualquer dúvida de que a derrota será por causa do RV. Imponente este masoquismo desfraldado!

Pois pois

"As bolas de golfe atiradas aos jogadores do Benfica ficam como um simples 'fait divers' ou a cereja em cima do bolo." Fonte.

A ingenuidade paga-se caro

Quando lemos, ouvimos e vemos o que diz respeito ao Benfica, de imediato verificamos que o futebol de onze da Liga A e Rui Vitória constituem o grosso das preocupações de vários tipos de pessoas. O desejo imediato de muita boa gente e, em particular, dos ardentes Velhos do Restelo, consiste em exigir a saída de RV para que o Benfica, reoxigenado com um novo treinador, volte a jugar futebol "como deve ser". Por outras palavras, neste Benfica de RV só este importa despedir. A chamada crise do clube bate sempre à porta de RV. Os adeptos deste tipo de preocupações apenas pensam no futebol de onze da Liga A e na mudança de treinador. O resto da ampla Casa que é o Benfica - o Benfica das modalidades, o Benfica do Seixal, o Benfica da formação, o futuro Benfica com formação académica - é para eles sem importância. O treinador é tudo.
Porém, as coisas são mais complexas.
Na verdade, é possível considerar mais dois tipos de preocupações para além de RV.
O segundo tipo é formado por aqueles que exigem a saída de RV e, especialmente, de LFV. A trave mestra deste tipo de exigências consiste em acabar para sempre com o futuro assente no Seixal, com a política do "betão", como jocosamente sustentam, por exemplo, os operacionais da quinta-coluna, certos comentaristas ociosos e certos papagaios de certas tvs. Política do botão significa acabar com a formação, com a preparação académica. O fundamental neste círculo remete para a concepção de um Benfica do futebol de onze caro, com jogadores comprados a preço de ouro, mesmo que isso rebente com a saúde das finanças do clube. A ostentação é aqui o mote.
O terceiro tipo de preocupações centra-se na exigência de demissão de toda a direção do Benfica. Aqui, a ideia é criar um Benfica refeito de alto a baixo, sem os olhos no Seixal e das modalidades.
Portanto, a chamada crise do Benfica tem três tipos de exigências e esquecer isso é pagar cara a ingenuidade.

domingo, 25 de novembro de 2018

O Benfica de Rui Vitória

A análise do professor Jorge Castelo ao futebol exibido pelo  Benfica de Rui Vitória.
Imperdível !

A ingenuidade paga-se caro

Proposta do Guachos Vermelhos

No Guachos Vermelhos: "Depois dos últimos audios dos interrogatórios dos processos Rosa Grilo, E-toupeira e Al-cacet postos a circular pelo grupo cofina, eu proponho - para simplificar as metodologias e ajudar o comum cidadão que se limita a absorver a imensa sapiência dos especialistas televisivos diariamente vomitada nos diversos programas de (des)informação - que o TIC passe a despachar o expediente, interrogatórios, pronúncias, acórdãos e inquéritos judiciais, directamente das instalações do canalhadas da manhã ou de qualquer outro esgoto a Céu aberto, como a revista sábado, o rascord, o pasquim onojo e o inenarrável JN. Assim a modos da Polícia Judiciária que, em determinado momento da sua história, passou a funcionar em pleno a partir das instalações do estádio da Luz! Sempre me tiravam a dúvida de quantas camisolas e bilhetes para jogos do SLB terá precisado Paulo Gonçalves de oferecer às toupeiras do Benfica para piratear os serviços de audio do Tribunal Central de Instrução Criminal e publicar toda essa tralha na latrina (mercado de Benfica) privada do grupo cofina!" Fonte.

Eixos e objectivo final da nova frente de ataque

A nova frente de ataque da Famigerada Aliança (não, ela não sumiu com a saída do Mestre Ubu do tablado) consiste em usar toupeiras nos órgãos que zelam pela justiça para, através da aliança com certos jornais, certas tvs e certos blogs, divulgar ampla e criminosamente vídeos e áudios em segredo de justiça (para além do habitual campanha dos ditos emails), criando um enorme aparato circense destinado a criminalizar o Benfica na praça pública (chegará a altura em que saberemos muitas coisas quando os arguidos do Clube da Fruta estiverem a responder em juízo de parceria com os seus comparsas do tempo do Mestre Ubu).
Ao mesmo tempo, a Famigerada Aliança retirou da visibilidade imediata alguns dos seus operacionais mais em evidência, uma vez que tem a quinta-coluna - aquartelada nos blogs geração e papoilas - (lembre aqui) a fazer o trabalho de sapa e a flagelar continuamente a direção do Benfica, em sincronizado trabalho de cipaio.
Pode acontecer que o objectivo final da Famigerada Aliança consista em fracturar definitivamente o clube até ao fim de Dezembro, fazendo, em meio ao caos gerado, demitir RV e LFV e aniquilando toda a estratégia destinada a colocar o Benfica no topo mundial do desporto, da formação, da administração e das finanças.

sábado, 24 de novembro de 2018

O pensamento circular sobre RV

O treinador Rui Vitória já foi herói, hoje é vilão. É assim que funciona o senso comum, dos treinadores de bancada aos adeptos, passando pelos operacionais da Famigerada Aliança e da quinta-coluna. Se é vilão, se por sua causa a equipa joga mal e não ganha, que seja linchado. A base da operação mental que exige a saída de RV tem a elementaridade dos círculos fatais, tal como mostro a seguir:
- O Benfica só joga mal.
- Por que razão só joga mal?
- Porque o treinador RV não presta.
- Como sabe que o treinador RV não presta?
- Porque o Benfica só joga mal. 
Ou: 
- O Benfica ou empata ou perde.
- E por que empata ou perde?
- Porque o treinador RV não presta.
- Como sabe que o treinador não presta?
- Porque o Benfica ou empata ou perde. 
Por outras palavras, a ideia confortante é a de que o fenómeno RV remete para si próprio a explicação causal.

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Injúrias e ataques miseráveis

No Guachos Vermelhos: "Se há gente a quem não me custa reconhecer grande valor é àqueles que conseguem manter a coerência em qualquer circunstância. Se o Benfica sofre um golo no último minuto: Chaves, Ajax...a culpa é do treinador. Se o Benfica falha um golo cantado no último minuto: Ajax...a culpa é toda do treinador. Se o Benfica só marca o golo da vitória no último minuto...a culpa é cada vez mais do treinador. Valha-me ao menos isso. A coerência dos infalíveis do teclado. Outros chavões como 'na Inglaterra é que é', quando os grandes acabam eliminados pelos pequenos, ou 'na Alemanha, sim há competição a sério', quando as melhores equipa são eliminadas por outras de divisões inferiores, são deitados ao lixo com a mesma ligeireza com que os mestres do teclado mudam de lado. (...) De comum, ainda, as injúrias e os ataques miseráveis ao treinador a quem, meses depois, vitoriariam como se fosse um deles ao erguer da Taça no Jamor." Fonte.

República dos áudios

Para além do criminoso roubo dos emails do Benfica, o País tornou-se literalmente uma república dos áudios, com material em segredo de justiça a ser ampla e publicamente divulgado. As toupeiras estão na PJ e na PGR. Ou não? E preste-se atenção à regularidade, à impunidade e ao à vontade com que grupos como o Cofina violam o segredo de justiça. Então é o Benfica que é arguido, que serve de bode expiatório?

Trata-se de guerra?

Sinopse aqui

O Jonas resolve

Keep calm!

Todos os dias

Todos os dias violam, em sua própria casa, o segredo de justiça e no entanto é o Benfica que é arguido.

E estão a conseguir

Habitantes das emoções, benfiquistas arrependidos, dragartos e operacionais da quinta-coluna - todos unidos por múltiplos laços - tentam desfechar a machada final no Benfica a pretexto de que RV não é treinador de futebol. É nesse contexto que surgem - e continuarão a surgir - ataques de todos os tipos e feitios. Em lugar da união prega-se a desunião. Exactamente aquilo que os dragartos sempre quiseram: que o Benfica ruísse por dentro, por dentro das suas próprias entranhas, das suas contradições internas. E estão a conseguir. O Benfica está debilitado, RV idem, os jogadores estão desnorteados. Poucos são os benfiquistas de gema dispostos a ver que os problemas do Benfica têm a ver com as consequências do criminoso plano multilateral de destruição do clube a cargo da Famigerada Aliança (recorde aqui). Estão convencidos de que a solução está ao nível da aspirina que consiste em substituir RV. Vêem a planície, não a montanha. A dragartagem já festeja a vitória.

O pensamento circular sobre RV

O processo Cashball

Depois do que se ouve e lê nesta reportagem realizada pela CMTV e quando o principal arguido (André Geraldes, braço direito do ex-presidente do clube do Alvalixo e  que esteve detido sendo posteriormente solto pagando para o efeito fiança no valor de 60 mil euros), não é acusado pelo Tribunal da Relação do Porto, a quem o processo foi confiado (estranha coincidência ser em localidade aonde tem residência o parceiro da chamada Santa Aliança),  deixando passar os 6 meses necessários para deduzir a acusação que se impunha, somos levados a concluir que muito mal vai a Justiça neste país à beira-mar plantado. O importante mesmo é falar no E-toupeira sem cuidar de saber em que circunstancias nasce esse  processo, quando todos os dias somos confrontados com divulgação de peças importantes de processos que  supostamente estariam  em segredo de justiça (aqui, claro, já não há toupeiras mas fontes informativas). 

Benfica 2 - Arouca 1 (Taça de Portugal)

Exibição desastrosa na linha das últimas prestações do Benfica de "Vitória". Caminhamos para o abismo e  descrédito total. Svilar evitou por duas vezes o que seria o 2º golo do modesto Arouca já no findar do jogo que implicaria a eliminação da Taça. Perante o desacerto geral da equipa, sem fio de jogo, sem rumo, sem orientação, jogando futebol medíocre sem objectividade, completamente inócuo e com os adeptos de costas voltadas, as perguntas que se impõem à SAD, mais concretamente a Luís Filipe Vieira: Para quando o despedimento deste "não" treinador"? Quando terminará este ciclo infindável de humilhação? É que já não há pachorra para aturar este estado de coisas!
Como dizia um renomado poeta, "um fraco chefe faz fraca a forte gente".

O raciocíonio dos linchadores

Anda sangue no ar a propósito do jogo de ontem com o Arouca. Tal como em múltiplas fases da história da humanidade e por muitas e variadas causas, também agora se pede a cabeça de Rui Vitória. Vários círculos estridentes e tira-dentes - aí, claro, compreendida a quinta-coluna trabalhando para os dragartos - chegaram à sanguínea conclusão de que é absolutamente necessário linchar o RV para o Benfica regressar ao bom futebol. O seu raciocínio primário é o das multidões linchadoras ululando a uma só voz: ele é o único culpado, linchem-no! Ele é o único causador do mau futebol do Benfica! Se antes o Benfica jogava alguma coisa era graças ao Jesus e se marcava e marca golos era e é graças ao Jonas! Apaguem a memória do mestre do deserto (para usar uma expressão do Guachos Vermelhos) e mandem embora o Jonas, logo verão que o Benfica fica reduzido a uma equipa da segunda divisão. Mas não estamos perante a influência desmoralizante, letal, nos jogadores, do clima criminoso criado ao Benfica pelos dragartos e pela sua quinta-coluna alojada nos blogs geração e papoila (lembre aqui)? Não deverá isso ser tido em conta? Não, nada disso, os jogadores são impermeáveis a isso, são autênticas casamatas. O único problema é o RV, protegido do LFV. Por isso faça-se uma AG e corra-se também com o Presidente!
A terminar: analise-se as formas darwinistas - dum primarismo atroz - , directas e indirectas, pelas quais se desqualifica o Arouca aos mais variados níveis, jornais e blogs. Não importa se se excedeu para jogar com o Benfica, o que importa é que teria de perder por tunda.

Criminoso

Vários órgãos desinformativos da mediacracia (há também o habitual blog criminoso do mercado) exibem hoje o suposto áudio das declarações de Paulo Gonçalves na fase da instrução do E-Toupeira. Caso o áudio seja verdadeiro, estamos perante um acto gravíssimo que mostra onde realmente trabalham as toupeiras e o que é feito do segredo de justiça.
P.S.- Acabo de saber que a PGR determinou a instauração de um inquérito criminal à CMTV.

Manobras

Órgãos desinformativos do Grupo Confina (e, certamente, não só) criam manobras de diversão destinadas a ocultar a corrupção dragartal e outros tipos de problemas e crimes enquanto atacam o Benfica de forma múltipla. Falsas notícias, emails deturpados, emails falsos, tudo serve. Cortinas de fumo, sustentadas por toupeiras em lugares nevrálgicos onde devia reinar o segredo de justiça.

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

BTV - Lanças apontadas, ontem

Imperdível!

Colinho obrigacionista varandal

Certos jornais andam féericos na ajuda ao obrigacionismo varandal, é o colinho às claras. E estão especialmente felizes porque já se conseguiu um pouco mais de 19 milhões. Não chegarão aos 30 ardentemente desejados, mas ficar um pouco acima da metade é já grande vitória. Como a pequenez de tanga ama vestir-se à fidalgo! E como há malta que embarca sem pensar nos barcos caloteiros!

Empréstimo obrigacionista?

 Ou esmola para o clube do Alvalixo, caloteiro e falido?

O sonho de um menino

O menino cresceu, tornou-se um velho patife, corrupto, complexado e sem vergonha cumprindo seu sonho de infância: Age, há trinta anos, como verdadeiro sinaleiro, nos meandros e caminhos tortuosos do futebol português, a orientar dirigentes e árbitros para  proveito seu e do clube da terra. Um sinaleiro com um enorme apito dourado!

Ciclo vitorioso

Uma frase de RV a propósito do jogo com o Arouca para a Taça de Portugal em futebol de onze: "O meu foco é o jogo de amanhã [quinta-feira] e o ciclo vitorioso em que vamos entrar." Fonte

Padrinho

"Já foi GPS da rua da Madalena dos árbitros com problemas matrimoniais, já foi o farol do Calor da Noite e da Taverna do Infante, diz que quando tinha 5 anos «queria ser sinaleiro» e que se pudesse voltar ao passado certamente «seria semáforo». O velho corrupto anda muito bem humorado. Veremos se não acaba sinalizado no meio das rachas do estorilgate, com um apito dourado ou com um e-mail pirateado na garganta atravessado." Fonte.

Site bloqueado

Bloquearam ontem o "Fé no Pau" no Facebook, um site dedicado a mostrar a malandrice e a corrupção dragartal, sem esquecer os hackers. Et por cause...

Urge

Urge que a PGR averigue como o CMEsgoto obtém informação em segredo de justiça, que depois descontextualiza e transforma em espectáculo circense, em julgamento na praça pública.

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

BTV - Leonor & Zé Nuno, ontem

Imperdível!

Obrigacionistamente

E, obrigacionistamente, lá dizia Mestre Ubu em tempos não muito distantes que a saúde financeira da maior potência desportiva mundial era invejável.

Apito dourado e a face negra do futebol

Empresário César Boaventura no portal Impala em artigo com o título acima: "Aí, vemos um clube a julgar outro na praça pública. A abafar a verdadeira corrupção, que teve árbitros a assumirem de viva voz que foram corrompidos; mulheres que assumiram prostituição; escutas telefónicas descaradas. Ao ponto a que este país chega, quando vemos procuradores-gerais da República serem condenados por beneficiarem um clube, enquanto a procissão de ódio desfila por entre adeptos ferrenhos…" Fonte.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

BTV - Chama Imensa, ontem

Imperdível !

Ele

"É sempre uma questão que fica quando nos deparamos com gentalha que só anda no desporto para cometer crimes como quem respira." Fonte.

"Não há piroca que lhes sirva!"

"Marraram com as saídas de Cristante e Talisca, Jovic já lhes proporciona mais orgasmos do que aqueles que lhes provocou David Simão! Num dia vai tudo a aviar com os lençóis na mão a acenar. No outro ai de quem venda alguém. Se saem é porque deviam ficar se ficam é porque deviam sair. Não há piroca que lhes sirva!" Fonte.

O que se esconde por trás da campanha anti-RV

Só a ingenuidade permite aceitar que a campanha contra RV visa unicamente dar ao Benfica um futebol mais dinâmico, mais ofensivo, mais "futebol a sério". Na verdade, o objectivo único consiste em introduzir a discórdia, a dúvida e o desânimo na direção e no banco do clube. Consiste em partir a coluna vertebral de um Benfica que cresce cada vez mais a todos os níveis em direção ao futuro. Essa a razão da barulheira que está a ser feita com o AiJesus quer por parte da imprensa afecta aos dragartos, quer pela sua quinta-coluna. Mas, claro, há outras barulheiras, de outros tipos e profundidades.
N.B. Entretanto, os treinadores de bancada devem estar aborrecidos com a faceta docente de RV, leia sobre uma aula que ele deu, aqui.

Produtores de ódio e de atentados à honra

Não podemos esquecer o ódio e os atentados à honra que os cavalheiros das fotos acima têm introduzido no desporto português. Na verdade, urge colocá-los em tribunal para responderem por esses crimes, cujas consequências importa analisar e divulgar em profundidade.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

"Bomba-relógio" do CB?

Fonte no facebook aqui

Prossegue pirotecnia dita informativa anti-Benfica

Prossegue em certos pasquins a pirotecnia dita informativa tendo como alvo o Benfica, em particular recorrendo a informação cyber-roubada ao clube e que continua a ser exposta e adulterada em certos blogs criminosos. Enquanto isso, no cashball um arguido do clube que foi do Mestre Ubu 1 viu não lhe ser deduzida a acusação pelo MP do Porto (et pour cause)  e, por tal, saiu ileso do período de coação, sendo agora - pasme-se! - CEO de um outro clube. Da mesma forma no que concerne ao estorilgate e outros crimes a cargo do clube fruteiro. Tudo abafado, tudo evacuado da mediacracia hostil ao Benfica. Mas estou certo de que os advogados do clube estão atentos e que intervirão na hora exacta.

Vitórias no feminino

Vitórias no hóquei feminino sobre o Externato São Filipe por 0-12 e sobre o Stuart HC Massamá por 0-8, assumindo a liderança do Campeonato Nacional Feminino, Zona Sul. No futebol de onze também feminino, vitória por 0/17 sobre o SF Damaiense no Campeonato de Promoção, Série D, 8.ª jornada da competição. Fonte.

A festa dos pequenos

Porque ontem empatámos com o SCP (1/1), perdemos o acesso à fase seguinte da Ronda da Elite da Liga dos Campeões de futsal. O Benfica foi claramente superior, jogando no reduto das varandas. O clube financeiramente de tanga fez uma enorme festa - a festa dos pequenos - tal como faria um clube da segunda ou terceira divisão que jogasse e empatasse com o Maior.

domingo, 18 de novembro de 2018

Mais uma do CMEsgoto

Prossegue a campanha anti-RV do CMEsgoto. Agora pediu a uma empresa para fazer um inquérito no sentido se apurar se adeptos do Benfica querem ver RV substituído pelo AiJesus no Benfica. Não interessa a resposta negativa dos adeptos, o que interessa é a campanha de pressão e desacreditação moral e psicológica que o pasquim continua a exercer sobre a dignidade do homem que tantos títulos tem dado ao clube.

BTV - Entrevista a Jonas

Benficando

Em masculinos: vitórias sobre a Oliveirense por 83/75 para a sétima jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol, estando agora isolado; sobre o RC Caldas por 1/3 na 9.ª jornada da Fase Regular do Campeonato Nacional de voleibol, mantendo a invencibilidade; sobre os Suíços do  HC Montreux por 3/8 a contar para a 2.ª jornada do Grupo D da Liga Europeia de Hóquei em Patins, liderando agora o grupo; derrota frente na Alemanha frente ao TSV Hannover-Burgdorf por 41/36 (mas com uma grande segunda parte de luta), na 1.ª mão da 3.ª Ronda da Taça EHF, jogando-se a segunda mão no próximo sábado na Luz. Em femininos: vitória sobre a Golpilheira por 0/5 na 9.ª jornada do Campeonato Nacional de Futsal (Zona Sul), mantendo a liderança.

sábado, 17 de novembro de 2018

Benfica campeão europeu em 5 modalidades

Velhaco e senil!

A causa primeira, mas não única, do estado calamitoso em que se encontra o futebol em Portugal, tem um rosto bem conhecido,  não se vendo, por parte dos responsáveis políticos e desportivos (vide caso apito dourado), vontade em por termo a esse estado de sitio. Enquanto este individuo, corrupto, manipulador e criminoso, permanecer na esfera desportiva, o futebol português continuará a sua trajectória, em plano inclinado rumo ao abismo que ninguém deseja.

BTV - O Jogo Limpo, ontem

Imperdível!

Padrinho fruteiro, corrupto de Vigo

O Padrinho fruteiro, corrupto de Vigo, não consegue pensar no seu clube senão pensando no e atacando o Benfica. Aproxima-se o vulto de uma cela e ele sabe disso.

Segunda vitória no futsal

O Benfica bateu ontem a equipa russa do Sibiryak por 4/2, somando o segundo triunfo no Grupo C da Ronda da Elite da Liga dos Campeões de futsal. Amanhã joga com o SCP.

Benfica é o único grande à tona da água

"Benfica é a única SAD dos três “grandes” que não se encontra dependente no plano financeiro da compra/venda de jogadores e que tem conseguido reduzir o seu endividamento; (...)  Estas são apenas algumas das conclusões de um primeiro estudo apresentado pelo Observatório do Futebol da Universidade Europeia (...)" Fonte.

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Jornal "O Benfica"

Capa da edição de hoje.

Os nossos heróis

Campeões europeus 1960/1 e 1961/2 

Recordar é viver!

Para os mais velhos: quem não se lembra deste hino quando fomos bi-campeões europeus?

A propósito do "exemplar" cidadão Mustafá

Outro "respeitável" chefe de claque, bom chefe de família, "licenciado" em Gestão de Desporto(?), um "super dragon" ao serviço da causa fruteira, com obra literária publicada (pode ver alguns excertos) aqui e com rendimentos, por certo, declarados religiosamente ao Fisco.

Estreia goleadora

O Benfica goleou ontem a equipa croata do Novo Vrijeme por 5/0 no jogo inaugural do Grupo C da Ronda de Elite da UEFA Futsal Champions League. Hoje, com início às 14 horas, defronta a equipa russa do Sibiryak, jogo que será transmitido pela Bola TV.

A Justiça e o Apito Dourado - parte III

( continuação)
Abafar o Apito Dourado
O subdirector da Polícia Judiciária do Porto que supervisionava as investigações do processo Apito Dourado, Reis Martins,pagou caro por  não ter travado o trabalho da brigada que tratava do caso durante as averiguações a Pinto da Costa
O dirigente da PJ teve a vida privada e profissional devassada, a ponto de ficar sem condições para se manter no cargo, antecipando por isso a sua aposentação.


Ao longo de meio ano, entre a primeira e a segunda fases do caso Apito Dourado, pessoas próximas do presidente do FC do Porto acreditavam que Reis Martins teria a incumbência de abafar o processo da corrupção no futebol,quando o então director nacional da PJ,juiz Adelino Salvado, o incumbiu de coadjuvar naquele processo o novo director da PJ do Porto, Ataíde das Neves.
 


Reis Martins, contudo, deu todo o apoio à equipa que investigava o caso. Foi ele quem concordou com as buscas a casa de Pinto da Costa. As investigações incluíram duas buscas à Câmara de Gondomar presidida por Valentim Loureiro.

Numa conferência de imprensa convocada para debater as incidências do processo na gestão autárquica de Gondomar, Ricardo Bexigasublinhou que à transferência dos dois principais investigadores do caso para Cabo Verde e França se soma agora a substituição da juíza responsável pelo inquérito, Ana Cláudia Nogueira.

“O PS de Gondomar estranhou a substituição da juíza. Os socialistas disseram que "há claros indícios de que alguém quer matar o processo". O presidente do PS de Gondomar, Ricardo Bexiga, disse estranhar a substituição da juíza do caso "Apito Dourado",afirmando que Paulo Abreu Costa, o juiz que vai substituir Ana Cláudia Nogueira no processo, no âmbito do movimento anual dos juízes, é filho do assessor de Valentim Loureiropara a área jurídica na autarquia local e irmão do fiscal municipal de obras na mesma Câmara
Numa conferência de imprensa convocada para debater as incidências do processo na gestão autárquica de Gondomar, Ricardo Bexiga sublinhou que à transferência dos dois principais investigadores do caso para Cabo Verde e França se soma agora a substituição da juíza responsável pelo inquérito, Ana Cláudia Nogueira
"O juiz que vai substituiu Ana Cláudia Nogueira [no âmbito do movimento anual dos juízes] é Paulo Abreu Costa, filho de João Araújo Costa, assessor para a área jurídica de Valentim Loureiro na Câmara de Gondomar, e irmão de Nélson Costa, fiscal municipal de obras na mesma autarquia", adiantou Ricardo Bexiga.


O líder do PS de Gondomar acrescentou que Paulo Abreu Costa é "um juiz muito jovem que estava colocado no Tribunal de Menores de Braga e que tinha indicado o Tribunal de Gondomar em 61º lugar na sua lista de preferências em caso de transferência”. 
Há claros indícios de que alguém quer matar o processo, com movimentações que põem em causa a independência da justiça", disse Ricardo Bexiga. "Esta situação põe em causa a independência da magistratura", afirmou Ricardo Bexiga, acrescentando que compete agora ao Conselho Superior da Magistratura "explicar as razões deste movimento".

“FUI PERSEGUIDO” (Procurador Carlos Teixeira)


Carlos Teixeira, procurador, chegou a ter protecção policial durante o período (Abril de 2004) em que foram detidos vários arguidos do processo Apito Dourado.


Durante a fase de investigação do processo Apito Dourado foi alvo de algum tipo de perseguição? 


Carlos Teixeira: "Em 2004 fui perseguido duas vezes. Perseguições de automóvel. Foram ambas nas ruas de Gondomar, onde resido. Reportei essa situação à minha hierarquia [o actual procurador-geral distrital do Porto, Pinto Nogueira].


Teve protecção policial? 


CT - Sim, durante pouco mais de uma semana, em Abril de 2004 [altura em que foram detidos vários arguidos do processo Apito Dourado, caso de Valentim Loureiro]. Depois considerei que não valia a pena. Não dei qualquer importância a essa situação.

As perseguições de que falou aconteceram antes ou depois de ter dispensado a protecção policial? 


CT - Algum tempo depois.

Reconheceu a pessoa que o perseguiu?


CT - Na segunda vez que fui perseguido, reconheci-a perfeitamente.


É arguido no processo Apito Dourado? 


CT - Não posso falar sobre isso. Digo, apenas, que reconheci o indivíduo, apesar de ele ter tentado esconder a cara com o braço quando parei o meu carro ao lado do dele. 


Chegou a falar com esse indivíduo? 


CT - Não. Encostei o carro ao lado do dele para ver se ele me enfrentava. E olhei para ele. O indivíduo tentou esconder a cara com o braço. Depois fui-me embora e ele veio atrás de mim.


Alguma vez sentiu que teve a integridade física em risco? 

- 
CT - Não.


A sua família também chegou a ser importunada? 


CT - Que eu saiba, não.

Conhece outras pessoas - juízes, magistrados do Ministério Público ou inspectores da PJ - que intervieram no processo Apito Dourado que tenham sido perseguidas?


CT - Sei que aconteceram algumas coisas a outras pessoas, mas não vou dizer o que sucedeu nem quem são.


Chegou a ter medo? 


CT - Não. Nunca deixei de fazer o que tinha de ser feito
Juízes espiados por detectives privados
Os magistrados do processo «Apito Dourado» foram submetidos durante meses em 2004 e 2005, à vigilância de detectives privados, visando a sua vida privada e familiar, incluindo a orientação sexual, informa hoje o Correio da Manhã.
Ao que o jornal apurou, Carlos Teixeira, procurador titular do «Apito Dourado», foi o mais visado, chegando a ser perseguido durante a noite à saída do Tribunal de Gondomar.

As vigilâncias, refere o CM, incluíram dirigentes e inspectores da PJ, além de funcionários judiciais, para tentar condicionar e obstruir a acção dos profissionais da Justiça.

(Um escândalo de proporções gigantescas que envolve políticos, primeiros ministros, maçonaria, juizes, PJ´s, empresários do Porto, banqueiros do Porto, à espera que seja totalmente descoberto e revelado as maquinações que estão por detrás de um dos maiores encobrimentos e silenciamento de um conjunto de crimes cometidos sucessivamente ao longo de dezenas de anos na já longa História de Portugal).

Fonte : http://pulpuscorruptus.blogspot.com/

"Bora lá prender as toupeiras..."

No Guachos Vermelhos: "Reiterando mais uma vez não valer um baganha na compreensão das matérias em apreço, fico embasbacado ao ler do Juízo de Instrução Criminal do Barreiro do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa que «se verificam, ainda, em concreto, os perigos de fuga, de perturbação do decurso do inquérito, nomeadamente, para a aquisição e conservação e veracidade da prova, de continuação da actividade criminosa, bem como de grave perturbação da ordem e tranquilidade públicas»! O mesmo Juízo de Instrução Criminal que entendeu não lhes apreender os passaportes! Bora lá prender as toupeiras, caralhes!" Fonte.

Benfica: pioneiro na globalização do futebol português

Luís Filipe Vieira ontem: "Portugal foi pioneiro da globalização, através dos descobrimentos. O Sport Lisboa e Benfica foi pioneiro da globalização do futebol português. O Benfica é uma instituição que sempre soube projetar, dignificar e honrar o nome de Portugal. Quando pensamos sobre as instituições que mais se identificam com o País, que mais o representam, que maior ligação genuína têm ao seu povo, o nome do Sport Lisboa e Benfica surge naturalmente à cabeça. Foi graças ao nosso património de valores, de conquistas e de articulação entre a memória e o presente que o Benfica em muitos pontos do mundo é Portugal." Fonte.

Por que vandalizam as Casas do Benfica?

Com uma frequência assustadora, Casas do Benfica são vandalizadas. E em meio aos estragos ficam certas cores clubísticas, como que um sinete inabalável dos autores da barbárie. Esse é um fenómeno único que não colhe contrapartida no Benfica. Na verdade, o Benfica não vandaliza as Casas de outros clubes. Por que acontece esta vandalização das Casas do Benfica? Porque esse é apenas um dos muitos caminhos percorridos pelo ódio, pela inveja e pela mediocridade de certos adversários. Porque o Benfica é o Maior, atacam-no. É como se o biológico, o genético com a sua carga de ódio, inveja e mediocridade, estivesse irremediavelmente a comandar aqueles que julgam depender unicamente das regras sociais.

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

O profeta

Rir faz bem às varandas da vida

As dores do Sr. Preto

O Sr. José Preto, advogado do Mestre Ubu, queixou-se da forma como a imprensa tem maltratado o seu cliente, comparando-a a um bordel. O problema que o Sr. Preto não se pôs nem pôs à imprensa é - questão deveras preta esta - a forma selvagem e ofensiva como, durante anos a fio, Mestre Ubu tratou e humilhou sistematicamente os outros, especialmente o Benfica.

Enganou-se, Sr. Simões dependente!

O antigo jogador do Benfica, Sr. António Simões, voz sempre permanente no ataque ao seu antigo clube e de mãos dadas com a dragartagem e com a quinta-coluna, afirmou em entrevista à TSF que é uma "voz independente". Absolutamente não é isso, dependente por inteiro sim. E com um enorme apetite, em sua fidalguia ensaiada, para substituir LFV não importa por que meios.

CMEsgoto prossegue a cruzada difamatória anti-Benfica

O CMEsgoto tem uma manchete hoje, emblemática do jornalixo que pratica, com o seu habitual e querido "terá" no caso E-Toupeira, referindo-se a Júlio Loureiro. Na verdade, o pasquim escreveu que a "toupeira" do Benfica terá (sic) dito esta quarta-feira à juíza Ana Peres, na primeira sessão da instrução, que não era apenas o Benfica que lhe dava bilhetes para os jogos" (...) não nomeou nenhum clube, mas, segundo apurou o CM, terá (sic) justificado com o facto de (...)". (bold meu, KH)
Este pasquim precisa imediatamente de um novo processo-crime a levantar pelo Benfica pela gravidade dos textos que, quase diariamente, criminalizam o clube na praça pública.
N.B. - pelo sim pelo não, este e outros textos foram enviados ao Benfica.

Cumplicidades

A Justiça e o Apito Dourado-parte II

( continuação)
Teofilo Santiago, inspector da PJ reformou-se compulsivamente

(Entrevista ao Notícias Magazine, 2/3/2014)
TS - No “Aveiro Connection” foi a primeira vez que não estávamos perante um simples caso de contrabando de tabaco, foi corrupção generalizada nas forças policiais. Mas as equipas que liderava não vacilaram porque a hierarquia tinha absoluta confiança em nós.
Em Aveiro pela primeira vez foram apreendidos prédios inteiros porque não respeitavam as regras da boa construção, um crime novo. Recebíamos notícias de factos mais ou menos delicados de várias partes do país, pessoas que queriam dar conhecimentos às equipas.

DN - Li algures, que o «Apito Dourado» foi o processo com o qual diz que perdeu a inocência.
TS - É verdade. Nunca me passou pela cabeça… Sempre transmiti às pessoas que estavam comigo para que não se preocupassem. Que era impensável que alguém nos pudesse querer fazer o que quer que seja, porque nem se atreveriam a tal. E olhe, as circunstâncias falam por si… O sermos despedidos se calhar foi o menos… O que se passou foi feio, foi das coisas mais feias… Nem consigo encontrar um adjectivo para qualificar o procedimento ou o processo que levou à nossa saída.

DN - Responsabilidade apenas da hierarquia de então?
TS - Também teve a ver. Mas, como foi dito, por vontade do poder político. Depois vem por aí abaixo.

DN - Foi o poder do futebol? Não tinha a noção desse poder?
TS - Tínhamos. Mas o problema ali não foi o futebol. Foram as implicações de pessoas que estariam ligadas aos vários poderes, nomeadamente ao político, em tudo aquilo. E a necessidade enorme que alguns responsáveis tinham em saber o que é que se passava na investigação. Até aí, o poder político, pelo menos que eu me apercebesse, independentemente de pessoas mais ou menos próximas serem tocadas, nunca tinha ultrapassado aquela linha. Aqui não! Ultrapassou-se tudo. Disseram-me claramente, «até às tantas horas, tem que se saber quem são as pessoas e o grau de envolvimento». Eu ri-me.

DN - Conta-se que na lista das buscas colocou alguns nomes no fim para que ninguém se apercebesse. Isso é uma história ou foi verdade?
TS - Não foi assim. Nem tive um peso tão grande na investigação do «Apito Dourado» como tive noutras. Tinha as equipas de vigilância comigo e a partir da morte do Fehér há uma situação particular na investigação que dá o salto e aí é que, juntamente com os outros elementos da direcção, tivemos que tomar uma opção de estratégia a seguir. E a opção foi não comunicar à hierarquia o que se estava a passar. Se nós cumpríssemos com esse dever de lealdade que nos era exigido, então o director nacional da PJ teria também que ter o mesmo dever para com a ministra da Justiça e lá ia tudo, como sói dizer-se em linguagem policial, com os ciganos. Mas nunca me passou pela cabeça o que se seguiu… Quer dizer … pressentia-se qualquer coisa, mas aquilo?! A grande vítima foi o Dr. Artur Oliveira (superior hierárquico).

DN - A história do pai e do irmão serem investigados em Coimbra por burla na Caixa Agrícola?
TS - Investigados?! Uma história que já estava mais do que encerrada, ressuscitou-se, fazem-se buscas com aparato e tudo mais para justificar o que iam fazer!!! Não se faz!

(Abriram um caso já encerrado sobre familiares do então director da PJ do Porto, Dr. Artur Oliveira, que deu cobertura a investigação sobre o Apito Dourado, que levou à demissão deste. O seu sucessor no posto foi convidado para o cargo ainda antes do dr. Artur Oliveira ser obrigado a demitir-se).

DN - Ele (Dr. Artur Oliveira), director, demitiu-se. Vocês, adjuntos, solidarizaram-se… Esperava ser reconduzido? Não acha que foi de alguma ingenuidade?
TS - Rijo-me por princípios. Perdi a inocência nesta coisa porque apesar de já ter muita experiência disto há limites. Adivinhava o que se estava a passar, ele não era o alvo. Por isso é mais lamentável ainda o que lhe foi feito. Houve pessoas, “n” pessoas, que me disseram «não ponha o lugar à disposição, não faça isso, obrigue-os a ser eles a tomar a atitude».Mas por uma questão de ficar bem comigo, uma questão de ética…

DN - Os alvos eram vocês os dois, você e o João Massano?
TS - Éramos. A partir daí…

DN - E a causa era o «Apito Dourado»?
TS - A causa não era o «Apito Dourado», eram os poderes entenderem que não podia haver uns cidadãos, embora com responsabilidades policiais, que não lhes respondessem àquilo que eles queriam saber.

DN  - Alguma vez se sentiu injuriado ou injustiçado? Quando foi nomeado oficial de ligação com Cabo Verde depois de ser demitido da direcção do Porto da PJ?
TS – Injustiçado sobretudo quando não posso responder. Até tenho o papel onde escrevi o que é que foi acordado. Qual demissão! Fui despedido, pura e simplesmente! Foi-me dito, na cara, que nunca mais chefiaria ninguém e que havia de passar o tempo a passear o cão em Espinho. Assim, num gabinete do Director Nacional (Juiz Adelino Salvado, director nacional da PJ). E não, não perdoo. 

DN – Estamos a falar de Adelino Salvado.

TS – Disse-me que eu era um indivíduo poderoso, tinha todo o mundo por mim, mas que com ele nunca mais chefiava nem mais um homem.
E não foi encontrada outra solução que não fosse ir para Cabo Verde.

(À boa maneira siciliana quiseram dar um exemplo. Interessante que a corrupta CS 
portuguesa nunca se interessou por isto).

Fonte:http://pulpuscorruptus.blogspot.com/

(continua)